Jornal Eletrônico da Embrapa Milho e Sorgo (Sete Lagoas-MG)

Ano 03 - Edição 16 - Agosto de 2009

notícias

Safra 2009/2010: aumenta oferta de cultivares transgênicas de milho

Às vésperas do início do plantio da safra 2009/2010, o agricultor brasileiro terá muita opção de escolha no mercado de sementes de milho: são 325 cultivares convencionais e 104 transgênicas. A confirmação de uma tendência que teve início no ciclo anterior – na safra 2008/2009, foram 19 cultivares transgênicas e 302 cultivares convencionais – revela, segundo os pesquisadores José Carlos Cruz e Israel Pereira Filho, da Embrapa Milho e Sorgo, a necessidade de ajustes nos sistemas de produção e a definição de respostas a perguntas como “qual será o transgênico que confere melhor controle de lagartas?”, “como será o controle de plantas daninhas resistentes a herbicidas?” ou “como obter um aumento de produtividade e reduzir o custo de produção final, mesmo com acréscimos no custo da semente?”.

Leia mais

Análise correta do solo só traz ganhos

Todos os anos, nesta época produtores rurais de grande parte do país estão atentos a uma necessidade de seu negócio. É a análise de solos, um dos itens cujos resultados e indicações, se respeitados, podem contribuir em muito para uma boa produção. Um dos principais objetivos é avaliar a fertilidade do solo analisado e, a partir disso, recomendar a correção e a adubação corretas para os cultivos.

De acordo com o pesquisador da Embrapa Milho e Sorgo Manoel Ricardo de Albuquerque Filho, o primeiro passo para uma boa amostra é a separação da área em glebas (ou pequenas áreas) homogêneas. “As glebas são separadas de acordo com suas particularidades, como áreas de várzea, áreas de encosta, áreas mais degradadas ou áreas mais férteis”, explica. Isso para obterem-se amostras representativas do terreno. Mas e em relação à profundidade da coleta no solo? Segundo o pesquisador, que é da área de manejo e conservação de solos, a resposta depende sobretudo da lavoura a ser cultivada e do sistema de plantio adotado.

 

Leia mais

institucional

Plantas daninhas causam danos evitáveis

Na safra 2008/2009, estima-se que as plantas daninhas tenham ocasionado perdas próximas a seis milhões de toneladas na cultura do milho no Brasil. Por falta de um adequado manejo, em algumas áreas há estimativas de redução de até 85% na produção desta cultura. São números com que o produtor deve se preocupar e, sobretudo, evitar.

A interferência das também chamadas plantas invasoras é um dos principais fatores que levam à redução da produtividade na lavoura. De acordo com o pesquisador da Embrapa Milho e Sorgo Décio Karam, da área de fitossanidade, “além de ocasionar perdas médias de aproximadamente 15% na produção mundial de grãos, as plantas daninhas ainda podem ser hospedeiras de pragas e de doenças”.

Leia mais

Projeto proporciona a agricultores redução de custos e aumento de produtividade

Para muitos agricultores familiares, a aquisição de sementes onera bastante o custo final da produção. Alguns optam pelo uso do chamado milho de paiol como semente para a lavoura e obtêm baixa produtividade, dificilmente atingindo 2.000 kg/ha. Como alternativa a esses problemas, a Embrapa Milho e Sorgo desenvolve o projeto “Produção de sementes em comunidade rurais”.

O objetivo é multiplicar sementes de variedades de milho melhoradas pela Embrapa, que apresentam um alto potencial produtivo e podem ser utilizadas na safra seguinte. A produção será feita em três unidades instaladas em áreas do Ifet (Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia) em Minas Gerais, nas fazendas-escola localizadas em Bambuí, na região Centro-Oeste, Rio Pomba, na Zona da Mata, e Inconfidentes, no Sul do estado. As sementes produzidas serão entregues a agricultores familiares dessas regiões.

Leia mais

artigo

Integração Lavoura-Pecuária-Floresta 

por Ramon Costa Alvarenga (foto à esquerda) e Miguel Marques Gontijo Neto

Pesquisadores da Embrapa Milho e Sorgo

A busca por sistemas agropecuários que sejam, ao mesmo tempo, produtivos, econômicos, intensivos e sustentáveis tem aumentado nos últimos tempos frente aos constantes acréscimos que se verificam no custo de produção. Se até recentemente era possível produzir com rentabilidade apenas uma cultura mantendo o solo em pousio pelo restante do ano, hoje já se faz necessário intensificar o uso da terra com vistas ao aumento da produtividade para compensar a margem de lucro cada vez menor. O mesmo se verifica para o caso das pastagens que, via de regra, encontram-se degradadas e com produtividade muito aquém do seu potencial, havendo escassez de forragem durante o período seco do ano. O produtor florestal enfrenta dificuldades para manutenção dos maciços florestais, visto que há um período de vários anos de investimentos sem retorno econômico até que estejam prontos para colheita.  

 

 

Leia mais

agenda

XVI CONGRESSO BRASILEIRO DE AGROMETEOROLOGIA

Com o tema “mudanças climáticas, recursos hídricos e energia para uma agricultura sustentável”, o XVI Congresso Brasileiro de Agrometeorologia acontecerá de 22 a 25 de setembro em Belo Horizonte-MG. As inscrições via site encerram no dia 31 de agosto. Após essa data serão feitas no próprio local do evento. A organização do congresso é da SBA (Sociedade Brasileira de Agrometeorologia), da UFV (Universidade Federal de Viçosa) e da Embrapa Milho e Sorgo (Sete Lagoas-MG). Mais informações: http://www.sbagro.org.br/cba/; (31) 3027-1332 ou cba@sbagro.org.br .

 

XXI CONGRESSO BRASILEIRO DE AGRONOMIA

Com o tema Agricultura forte: alimento, energia e meio ambiente, a 26ª edição do Congresso Brasileiro de Agronomia acontecerá de 20 a 23 de outubro em Gramado-RS. A realização é da Confaeab (Confederação dos Engenheiros Agrônomos do Brasil) e da SARGS (Sociedade de Agronomia do Rio Grande do Sul). Mais informações: http://www.cba2009.com/.

 

VI CONGRESSO BRASILEIRO DE AGROECOLOGIA

Simultaneamente ao congresso brasileiro, acontecerá o II Congresso Latinoamericano de Agroecologia. Os dois eventos, promovidos pela ABA (Associação Brasileira de Agroecologia) e pela Socla (Sociedade Latinoamericana de Agroecologia), serão realizados de 9 a 12 de novembro em Curitiba-PR com o objetivo de promover os princípios da agroecologia. O tema central é: agricultura familiar e camponesa: experiências passadas e presentes construindo um futuro sustentável. Informações no http://www.agroecologia2009.org.br/

 

II SIMPÓSIO SOBRE RECUPERAÇÃO DE ÁREAS DEGRADADAS DO ESTADO DE SÃO PAULO

A Secretaria Estadual do Meio Ambiente do Estado de São Paulo, através do Instituto de Botânica, realizará entre os dias 24 e 27 de novembro, o III Simpósio sobre Recuperação de Áreas Degradadas do Estado de São Paulo. O evento abordará temas relacionados ao cenário atual das pesquisas científicas e políticas públicas para a recuperação de áreas degradadas e a legislação ambiental, envolvendo aspectos de restauração e conservação da biodiversidade. Outras informações no site http://www.ibot.sp.gov.br/simposio%202009/simposio_rad_nov09.htm.

 

espaço do leitor

Entre em contato com a equipe que produz o jornal eletrônico Grão em Grão. Sugira reportagens, temas para serem abordados nos artigos, eventos, enfim, emita seu ponto de vista sobre o jornal. Você tem duas maneiras de interagir conosco: por e-mail (ace@cnpms.embrapa.br) ou por telefone: (31) 3027-1223 e (31) 3027-1272.

Acesse também nosso jornal no endereço www.cnpms.embrapa.br/grao. Caso queira, a qualquer momento, cancelar o recebimento do informativo, envie uma mensagem para ace@cnpms.embrapa.br solicitando a retirada de seu nome da lista de leitores.

Veja abaixo um comentário de uma leitora do informativo enviado no último mês:

Prezados,

Gostaria de sugerir para a seção "Links úteis" do informativo "Grão em Grão" o site da FAPED (www.faped.org.br), que foi reformulado e já se encontra no ar. Nele, é possível encontrar a relação de todas as publicações da Embrapa Milho e Sorgo e Embrapa SCT vendidas pela FAPED.

Obrigada pela atenção!

Atenciosamente,

Juliana Cruz
Fundação de Apoio a Pesquisa e ao Desenvolvimento
Rua Dr. Campos Júnior,37, Centro, Sete Lagoas
CEP:35700-039
CNPJ: 00.849.774/0001-91
Telefax: (31) 3773-3855
E-mail:fundacaofaped@yahoo.com.br

Da redação:

Olá Juliana,

Obrigado pela sugestão. Vamos inserir o link na próxima edição do Grão em Grão. Continue colaborando conosco.
 

 

a embrapa responde
 

Use o e-mail ace@cnpms.embrapa.br para o envio de questões relacionadas aos temas abordados pelo Grão em Grão, como formas de aquisição de publicações, informações técnicas, dúvidas ou sugestões. Este canal tem o objetivo de otimizar seu contato com o SAC (Serviço de Atendimento ao Cidadão) da Embrapa Milho e Sorgo. Faça perguntas e esclareça suas dúvidas sobre as pesquisas divulgadas neste veículo.

links úteis

 

Nesta seção, confira links para sites úteis. Colabore para enriquecê-la. Sugira novos endereços pelo e-mail ace@cnpms.embrapa.br

Embrapa Milho e Sorgo; CIMilho; Agritempo; Embrapa; Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento

CNPq; Finep; Fapemig; Emater-MG; Epamig; Incra; IBGE; Publicações on-line da Embrapa Milho e Sorgo; Faped

 

 

expediente

 

O jornal eletrônico Grão em Grão faz parte do Programa de Comunicação Empresarial da Embrapa Milho e Sorgo

Jornalistas responsáveis: Clenio Araujo (MG 06.279 JP), Guilherme Viana (MG 06566 JP) e Marina Torres (MG 08577 JP)

Edição: ACE (Área de Comunicação Empresarial)

Fotos desta edição: Arquivo ACE (Área de Comunicação Empresarial) da Embrapa Milho e Sorgo

Chefia da Embrapa Milho e Sorgo: Vera Maria Carvalho Alves (chefe-geral), Antônio Álvaro Corsetti Purcino (chefe-adjunto de Pesquisa e Desenvolvimento), Derli Prudente Santana (chefe-adjunto de Comunicação e Negócios) e Isabel Regina Prazeres de Souza (chefe-adjunta de Administração)

   

 

Leia aqui as edições anteriores